Administração Acadêmica

2.2 ORGANIZAÇÃO ACADÊMICO – ADMINISTRATIVA

Quanto à organização acadêmico-administrativa do ensino de graduação, no âmbito da UFMS, a Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (Preg) é responsável pela orientação, coordenação e avaliação das atividades didático- pedagógicas, de controle escolar, de concurso para professor efetivo, de controle da contratação de docentes substitutos, de processo seletivo de discentes e de aquisição de acervo bibliográfico, servindo de suporte às unidades setoriais.

No âmbito dos cursos de graduação existem as figuras do Colegiado de Curso e do Coordenador de Curso, que possuem as funções acadêmico-administrativas a eles relacionados. Por outro lado, no âmbito das Unidades Setoriais os cursos de graduação da UFMS contam com o apoio das Secretarias Acadêmicas, que realizam o controle acadêmico, emissão de históricos, documentos acadêmicos e outros assuntos pertinentes. O controle acadêmico, em nível da UFMS, é realizado pela Divisão de Controle Escolar (Dice/CAA/Preg) e, em nível setorial, pelas Secretarias Acadê- micas dos Centros/Faculdades.

A Coordenação do Curso de Bacharelado em Geografia está localizada no prédio do CCET,  a organização acadêmico–administrativa é composta pelo Colegiado de Curso, Conselho de Centro e Secretaria Acadêmica.

Quanto à organização acadêmico-administrativa do ensino de graduação, no âmbito da UFMS, a Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (PREG) é responsável pela orientação, coordenação e avaliação das atividades didático-pedagógicas, de controle escolar, de concurso para professor efetivo, de contratação de docentes substitutos, de processo seletivo de discentes e de aqui- sição de acervo bibliográfico, servindo de suporte às unidades setoriais.

A PREG é composta das seguintes Coordenadorias: Ad- ministração Acadêmica (CAA/Preg); Biblioteca Central (CBC/ Preg); e Desenvolvimento e Avaliação do Ensino (CDA/Preg). Seu objetivo é propor às unidades setoriais a adoção de medidas necessárias à estruturação curricular dos cursos em seus aspectos legais, formais, pedagógicos, ao aperfeiçoamento da administra- ção acadêmica, à expansão quantitativa do quadro docente e à melhoria das condições de ensino.

A Coordenadoria de Administração Acadêmica (CAA/Preg) é composta pelas seguintes divisões:

– Acompanhamento Docente (Dido/CAA/Preg): responsável pela orientação, acompanhamento e controle de docentes, acom- panhamento e controle de concursos públicos para ingresso na carreira do magistério público; da carga horária docente e do plano de oferta de disciplinas dos cursos de graduação;

– Controle Escolar (Dice/CAA/Preg): responsável pela orientação acompanhamento e controle de discentes, controle de calendários acadêmicos, revisão dos históricos escolares, controle de processos seletivos, identificação da situação acadêmica, libe- ração para a colação de grau, expedição de diplomas de cursos de graduação e atuação direta junto as Secretarias Acadêmicas das Unidades Setoriais.

A Coordenadoria de Biblioteca Central (CBC/Preg) é com- posta pelas seguintes divisões:

– Atendimento ao Usuário (Diau/CBC/Preg);

– Periódicos e Intercâmbio (Dipi/CBC/Preg);

– Processamento Técnico (DIPT/CBC/Preg).

Além disso, compete à Coordenadoria de Biblioteca Central (CBC/Preg) verificar com cada Coordenador de Curso de Gradua- ção, a necessidade de acervo e disponibilizar, conforme orçamento da UFMS, os recursos necessários para a execução da política de aquisição e atualização de acervo bibliográfico, dando ênfase às publicações nacionais e estrangeiras que contribuem com o avanço do conhecimento científico.

A Comissão de Seleção do Material Bibliográfica (Comabi), formada por professores representantes das Unidades Setoriais, colabora com a CBC/Preg na distribuição dos recursos orçamentários e financeiros para a aquisição do acervo bibliográfico.

A Coordenadoria de Desenvolvimento e Avaliação de Ensino (CDA/Preg) é composta pelas seguintes divisões:

– Apoio Pedagógico (DIAP/CDA/Preg): responsável pela orientação, acompanhamento e controle de monitoria, Projeto de Ensino de Graduação (PEG), Programa de Educação Tutorial (PET), reconhecimento e renovação de reconhecimento dos cursos de graduação, Enade; outras formas de avaliação realizada pelas comissões externas; e outros assuntos correlatos;

– Currículos e Programas (DICP/CDA/Preg): responsável pela orientação, análise e formatação final dos Projetos Pedagógicos dos cursos de graduação para a apreciação e decisão do Conselho de Ensino de Graduação (Coeg), alteração de turno de funciona- mento, e outros assuntos correlatos;

– Legislação e Normas (DILN/CDA/Preg): responsável pela orientação de aplicação da legislação acadêmica federal e da UFMS e emissão de pareceres sobre as questões acadêmicas, transferências, revalidação de diplomas de graduação expedidos por estabelecimentos estrangeiros, análise e elaboração de editais de processos seletivos,convênios de estágio curricular e não cur- ricular, e outros assuntos correlatos.

O controle acadêmico da UFMS é realizado pela Divisão de Controle Escolar (Dice/ CAA/Preg) e, pelas Secretarias Aca- dêmicas. O acadêmico, ao ingressar na UFMS, recebe um RGA (registro geral do acadêmico). A Secretaria abre um prontuário para o mesmo, onde ficam arquivados todos os documentos per- tinentes a sua vida acadêmica.

Esta Divisão coordena e supervisiona as atividades inerentes à área acadêmica, incluindo matrículas, trancamentos, freqüên- cias, notas, aprovação/reprovação, fluxo curricular de conclusão de curso. A efetivação do controle é transmitida a Secac/CCET e orientada pelo Colegiado de Curso. A Secac/CCET atende a comunidade acadêmica e ao público em geral, de segunda a sexta-feira, das 7 as 11 e das 13 às 17 horas.

O controle acadêmico encontra-se atualmente parcialmente informatizado e disponibilizado aos professores do curso. O acesso ao Sistema de Controle Acadêmico do Professor (Siscad-Prof) funciona como um diário eletrônico com senha própria. Nele os professores lançam o plano de ensino de cada disciplina, o cronograma de aulas, ausências e presenças, o critério e fórmula de cálculo das diferentes avaliações e o lançamento de notas e conteúdos.

O sistema permite a impressão de listas de chamada ou de assinatura na forma do diário convencional, o quadro de notas parcial ou final do período letivo e a ata final, sendo enviada ele- tronicamente para a PREG com a devida emissão do comprovante.

A mesma ata é impressa e, depois de assinada, é arquivada para eventual comprovação.

O coordenador de Curso tem acesso limitado aos dados das disciplinas, permitindo um amplo acompanhamento do desen- volvimento e rendimento dos acadêmicos do curso, por meio dos seguintes relatórios:

– Acadêmicos por situação atual;

– Acadêmicos que estiveram matriculados no período informado;

– Histórico Escolar do acadêmico em todo o curso ou no período letivo atual;

– Relação dos acadêmicos por disciplina;

– Relação dos endereços residenciais; titulo eleitoral e demais dados cadastrais dos acadêmicos;

– Relação dos acadêmicos com respectivo desempenho no Curso comparando seu desempenho individual à média geral do curso.

Foi disponibilizado ainda neste Sistema, um programa especí- fico para verificação da carga horária cumprida pelos acadêmicos dos cursos avaliados pelo Enade, com a finalidade de listar os acadêmicos habilitados, das séries iniciais e da última, conforme a Portaria MEC de cada ano que regulamenta a aplicação do Enade.

Os acadêmicos têm acesso às informações sobre a sua vida acadêmica pelo site www.siscad.ufms.br, digitando o seu registro acadêmico e senha.

Quanto ao acompanhamento do projeto pedagógico do curso, os membros do Colegiado do Curso de Graduação em Geografia tem se reportado aos docentes e discentes do Curso, visando acompanhar a repercussão do projeto pedagógico do Curso no desempenho acadêmico.

Ao Colegiado de curso compete monitorar a execução do projeto pedagógico.

Para efeito de monitoramento do Projeto Político Pedagógico, poderão ser considerados os seguintes pontos:

– O foco do monitoramento será a autoavaliação interna do curso abrangendo avaliação da estrutura, do currículo e das práti- cas pedagógicas, dos docentes e dos discentes visando à correção de rumos e a possibilidade de melhoria e avanços a partir do debate entre os sujeitos do processo educativo;

– Considerar propostas de nivelamento e monitorando dos ingressantes desde o processo seletivo, particularmente nos pri- meiros períodos, de forma a contribuir para o desenvolvimento de habilidades básicas necessárias ao estudante de ensino superior de Geografia;

– Estabelecer procedimentos de acompanhamento das disci- plinas, alunos e professores que permitam a implementação de mecanismos de recuperação dos alunos e revisão dos processos de ensino-aprendizagem, com base na avaliação dos semestres anteriores;

– Definir Orientação Metodológica e Ações Pedagógicas, por meio de atividades de educação continuada como cursos, oficinas, seminários interdisciplinares, em atendimento as necessidades dos docentes e técnico-administrativos envolvidos com o curso, no que se refere à elaboração de instrumentos de avaliação, pla- nejamento de atividades avaliação, estratégias dinamização da sala de aula, além de técnicas de ensino, projetos, tutoria, uso de ferramentas digitais, etc.

Quanto ao planejamento pedagógico do curso, a cada início de período letivo, o coordenador de curso e o Colegiado se reú- nem para discutir o número de turmas de disciplinas obrigatórias e de optativas, bem como o horário das mesmas. Logo no inicio das aulas, os respectivos docentes responsáveis pelas disciplinas apresentam e discutem com os acadêmicos os planos de ensinos das disciplinas e após encaminham ao Colegiado do Curso, onde estão descritos os procedimentos acadêmicos (metodologia de ensino, datas de avaliações, etc.) a serem implementados naquele período. Cabe ao Colegiado do Curso aprovar e acompanhar a efetivação do que está proposto em cada Plano de Ensino.

Os alunos têm acesso às informações sobre a sua vida aca- dêmica dirigindo-se a Secretaria Acadêmica do Centro e ao Coordenador de curso, bem como mediante o Sistema de acom- panhamento Discente – SISCAD.

2.3 – ATENÇÃO AOS DISCENTES

A Coordenação do Curso manterá um diálogo contínuo com os discentes, inserindo-os no planejamento estratégico do curso e procurando resolver diferentes problemas que possam surgir, com isto, incentivará discussões e debates em prol do avanço no aprimoramento pedagógico e administrativo. Cada turma possuirá um representante de sala e, também, incentivará a participação dos discentes no Colegiado de Curso, e a criação do centro acadêmico. A Coordenação do Curso divulgará estágios, dados do mercado de trabalho, concursos, eventos científicos e tecnológicos da área e apoiará e incentivará a participação dos discentes.

Em paralelo, de acordo com os Art. 162 e 163 do Regimento Geral, a UFMS presta assistência ao corpo discente, sem prejuízo de suas responsabilidades com os demais membros da comuni- dade. A Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Estudantis (Preae) é a responsável pela execução da política institucional de apoio ao estudante, por meio dos seguintes programas:

– de alimentação e saúde;

– bolsa de trabalho, extensão, monitoria, iniciação científica e estágio com prévia audiência da Pró-Reitoria de Ensino de Graduação, no que couber;

– de orientação psicopedagógica e profissional.

Quanto ao apoio à participação em eventos, A Coordenação e os docentes do Curso de Graduação em Geografia têm apoiado a participação dos acadêmicos do curso em eventos científicos, que enriquecem a sua formação, tais como: Semanas Acadêmicas de Geografia, Aulas Magnas, Encontro Sul-Mato-Grossense de Geó- grafos, Encontro Nacional de Geógrafos, Encontro de Geógrafos da América Latina, Encontro de Estudos Fronteiriços, Encontro De Estudos da América Platina, dentre outros. A coordenação e os professores do Curso apóiam viagens a congressos, seminários, encontros, através da Pró-Reitoria, para viabilização da ajuda de custo (recursos das fundações de apoio).

Quanto ao apoio pedagógico, os acadêmicos dispõem de uma sala de estudos onde têm acesso a computadores empregados na confecção de trabalhos escolares; também existem monitores de ensino que prestam auxílio em diversas disciplinas; além disso, os docentes do curso, normalmente, oferecem aulas extras e horários especiais para o atendimento extraclasse aos acadêmicos, para o esclarecimento de dúvidas relativas a conteúdos de disciplinas em andamento.

Além do apoio que recebem dos docentes do curso, espe- cialmente dos membros do Colegiado do Curso, os acadêmicos também dispõem dos serviços oferecidos pela Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Estudantis, através da Coordenadoria de Assuntos Estudantis – CAE, Divisão de Apoio e Assistência Aca- dêmica – DIAA, que tem como metas planejar, executar e avaliar ações voltadas ao atendimento das necessidades socioeconômicas e psicológicas dos acadêmicos, especialmente, os de baixa renda:

– Bolsa Alimentação: O acadêmico que, após análise socio- econômica realizada pelo Serviço Social, for selecionado como bolsista, terá desconto nas refeições do Restaurante Universitário

– RU. Esse bolsista poderá receber visita domiciliar como um dos procedimentos do processo de seleção;

– Bolsa Trabalho: Trata-se de um Programa que visa atender prioritariamente ao aluno de baixa renda. Sendo selecionado, após avaliação socioeconômica, e apresentando bom rendimento escolar, o acadêmico terá a oportunidade de, através do trabalho, ser auxiliado financeiramente para sua própria manutenção;

– Bolsas do Programa Pibic/CNPq (Iniciação Científica) – Di- versos alunos do Curso são beneficiados por bolsas de Iniciação Científica, mantidas pelo CNPq (concedidas através da Pró-Rei- toria de Pesquisa/UFMS ou diretamente no órgão financiador), e colaboram em pesquisas desenvolvidas por docentes da UFMS;

– Bolsas do Programa PET – Programa de Educação Tutorial

– Diversos alunos do Curso são beneficiados por bolsas do PET SESu/MEC (concedidas através da Pró-Reitoria de Graduação, e colaboram na melhoria da qualidade do curso de graduação, coordenados por Tutor, docente do curso;

– Estágio Não obrigatório Trata-se de estágio extracurricu- lar (remunerado ou não), que visa oferecer ao aluno da UFMS condições financeiras e educacionais que possam auxiliá-lo na manutenção de sua vida particular e do seu curso. A UFMS esta- belece convênio com Entidades/Empresas interessadas no estágio. Também é orientado e encaminhado pelo Serviço Social ao CIEE (Centro de Integração Empresa Escola) e IEL (Instituto Euvaldo Lodi), locais que cadastram e fazem o intercâmbio com outros campos de estágio.

– Assistência Médica: Orientação e encaminhamento formal do acadêmico ao Ambulatório Geral do NHU, que fará agenda- mento e consulta médica conforme vagas asseguradas ao acadê- mico. Quando necessário, também estará à sua disposição outros serviços oferecidos pelo Hospital Universitário, todos de forma gratuita;

– Assistência Odontológica: Trata-se de um atendimento gra- tuito que se caracteriza pelo agendamento prévio entre a DIAA e a Policlínica do HU, para avaliação odontológica. Dispõe também do serviço de emergência. A DIAA busca antecipar os casos de situação de baixa renda para o referido encaminhamento.

– Serviço de Atendimento Psicológico: Presta atendimento individualizado ao acadêmico da UFMS, objetivando auxiliá-lo nos desajustes de sua vida particular, social, educacional e pro- fissional, respeitando sempre a singularidade de cada indivíduo. O agendamento é na própria DIAA.

– Outros Serviços Sociais: O Serviço Social se encontra á disposição de todos os acadêmicos da UFMS, nas mais diversas necessidades que possam ser apresentadas à DIAA, ou seja, além dos programas já estruturados, os casos específicos também rece- bem a devida atenção e providência;

O mecanismo de nivelamento do discente é aplicado quando é detectado o problema de assimilação de conteúdos ou desempenho não satisfatório nas avaliações de ensino-aprendizagem. Outra forma de nivelamento de estudos ocorre por análise de currículo de estudos realizados anteriormente ao ingresso do acadêmico na UFMS.

Os acadêmicos são estimulados a apresentarem e divulgarem os trabalhos produzidos nas atividades de ensino, pesquisa e ex- tensão, nos diversos eventos de que participam (SBPC, Encontros Locais, Regionais e Nacionais dos Grupos PET, etc.), recebendo apoio financeiro, sempre que possível.

Os docentes e membros do Colegiado do Curso têm por prin- cípio de trabalho o tratamento didático e cordial para com todos os alunos. Se houver alunos portadores de necessidades especiais matriculados no curso, certamente serão envidados esforços no

sentido de atendê-los, e propiciar aos mesmos, condições para que suas demandas acadêmicas e sociais sejam atendidas.